Os Artistas

Juarez Ferreira Moreira

(Guanhães MG 1954). Compositor, violonista, guitarrista, arranjador. Membro de uma família de músicos diletantes, Juarez Moreira começa a tocar violão com 12 anos, de forma autodidata, e ingressa rapidamente em bandas de baile. Muda-se para Belo Horizonte em 1970, onde cursa o científico e a faculdade de engenharia civil, paralelamente às atividades musicais. Abandona o curso de engenharia para dedicar-se exclusivamente à música em 1978, quando é indicado pelo guitarrista e compositor Toninho Horta para substituí-lo no grupo do maestro Wagner Tiso. A partir desse momento, acompanha artistas como Milton Nascimento, Flávio Venturini, Maria Bethânia e Gal Costa. Nessa época integra o grupo de música instrumental Vera Cruz, e aprofunda seus conhecimentos sobre o jazz e a música erudita. O reconhecimento como compositor é ampliado quando Toninho Horta grava sua canção Diamantina, no disco Diamond Land, lançado pela gravadora Verve americana, em 1988. No ano seguinte, Moreira lança o LP Bom Dia, o primeiro de 11 discos de sua carreira, entre os quais se destacam Nuvens Douradas, 1995, Solo, 2003, e Riva, 2010. Como parceiros de composição figuram Chico Amaral, Celso Adolfo, Murilo Antunes e Fernando Brant. Participa, a partir de 2006, da organização do Festival Internacional de Violão de Belo Horizonte, importante evento do calendário brasileiro, com os violonistas Aliéksey Vianna e Fernando Araújo. Em 2009, lança nos Estados Unidos Bim Bom - The Complete João Gilberto Songbook, gravado com a cantora Ithamara Koorax. Nesse álbum reúne as 11 canções que João Gilberto compõe desde o início de carreira.

Comentário Crítico

O estilo da música de Juarez Moreira é fruto da formação muito peculiar de um artista que conhece desde muito cedo o violão instrumental brasileiro e um repertório que inclui choro, bossa nova, rock, jazz e música erudita. Ele combina em sua obra influências de violonistas como Garoto, evidentes em composições como Encapetado, de 2007. Outras referências são explicitadas nos títulos de músicas como Homenagem a Radamés, Garoto e Jobim, 2001, Choro para Piazzolla, 2005, Valsa para os Beatles, 2007, e Wes, 2007, em homenagem ao guitarrista americano de jazz Wes Montgomery.